1ª Regata Kapazi Náutica Ubatuba-Ilhabela no UIC

174-DSC_0680

1ª Regata Kapazi Náutica Ubatuba-Ilhabela no UIC

REGATA UBATUBA ILHABELA KAPAZI Poderia ter sido um dia melhor? Ah tudo pode, né? Mas, que a regata Kapazi Náutica Ubatuba-Ilhabela foi muito, muito legal, ah isso foi!
66 veleiros juntinhos em uma linha de largada única, deixaram o través da Ilha Anchieta em direção à Ilhabela por volta das 11h15 deste último sábado, dia 5 de junho.
A largada realmente aconteceu sob um vento leste fraco, na casa dos 4 nós e se não foi assim, tão emocionante como se houvesse um vento de maior intensidade, colocou as tripulações em atenção máxima na busca pela melhor tática de largada.
Resultado? nenhum veleiro escapado, nenhum choque, nada que pudesse ser mau presságio para as cerca de 18 milhas náuticas que as equipes encarariam para chegar à Ilhabela.
Quem conhecia melhor a região consegui aproveitar bem as rajadas que entravam tanto para quem escolheu navegar mais o mar aberto, quando para aqueles que optaram por fazer o percurso mais próximo da costa.
Não demorou muito para que os veleiros mais rápidos se distanciassem da flotilha, como foi o caso do Montecristo, de Julio Cechetto, que fez a tática de velejar mais ao mar aberto, quanto o Super Bakanna, de Alexandre Dangas, navegando mais próximo à costa.
Por boa parte do percurso, ao menos no visual, os dois navegaram muito “próximos” apesar das táticas diferentes.
O Montecristo se beneficiou do vento que se intensificou mais ao norte de Ilhabela, e já faltando cerca de 5 a 8 milhas para a chegada conseguiu abrir uma grande vantagem, assumindo a liderança da regata e cruzando a linha em primeiro lugar, às 15h11, cumprindo a regata em menos de três horas.
Aliás, a regata foi surpreendente, pois todos esperam que os monocascos sejam os mais velozes, de uma forma geral, mas o segundo a cruzar a linha foi o Maré XX, de Benoit Joufflineau, um multicasco de 30 pés. O Super Bakanna foi o terceiro a cruzar a linha de chegada, às 15h27.
Recepção responsável
Não é fácil organizar um evento em uma situação de restrições em razão da Pandemia, e a Regata Kapazi Náutica Ubatuba-Ilhabela encarou o desafio de promover uma competição com responsabilidade.
Isso foi conseguido com inscrições totalmente on-line, a entrega dos kits velejadores a apenas um tripulante por equipe na sede do Ubatuba Iate Clube e uma recepção, literalmente personalizada, na sede da BL3, em Ilhabela.
Após cruzarem a linha de chegada, a equipe da BL3, levava diretamente aos veleiros, um “welcome kit” completo com um lanche caprichado de maminha na baguete, pinhão, pipoca, paçoquinhas, cervejas e águas para as equipes confraternizarem entre si em seus barcos.
Ao final, apenas um representante das tripulações vencedoras recebeu seu troféu e medalhas na sede da BL3.
Aliás, por falar em resultados, eles estão disponíveis aqui, no site oficial do evento.
 
Contribuição social
Também não dá para deixar de mencionar a ajuda que os velejadores deram às entidades assistenciais de Ubatuba, por meio da doação de alimentos e agasalhos à Campanha Esporte em Ação. Inclusive, os 150 kilos de alimentos doados já foram retirados pela Secretaria de Esportes da Prefeitura de Ubatuba.
 
DSCN5371
 
 
E foi assim, com a participação de veleiros “regateiros”, com os cruzeiristas do “Ubalegria” , os Mini, a flotilha da RGS, a tripulação feminina do Criloa, os velejadores solitários do Feitiço e Minúsculo, equipes de Paraty e até de Cabo Frio, a flotilha paulista a galera do Bico de Proa e com muita diversão responsável, que aconteceu a Regata Kapazi Náutica Ubatuba-Ilhabela 2021, que já deixa saudades!
 
Mais uma vez vocês todos deram um Show!
Até a próxima!
 
Vale lembrar que a Regata Ubatuba Ilhabela teve a organização do Ubatuba Iate Clube em parceria com a BL3 Escola de Vela, patrocínios da Kapazi Náutica e da Kapazi Náutica Por aí e apoio da ABVO, FEVESP, Classe BRA-RGS, Ubalegria, North Sails, International Tintas, Renew Boats, Anoz e Balaio de Ideias.
 
Veja abaixo as fotos desta maravilhosa regata.
 
« 3 de 11 »